IACEL recebe verba e ajudará base do USC

Evento teve a presença de várias pessoas ilustres (Por José Rodrigues)

Inativa há mais de um ano, a categoria de base do Uberaba Sport renovou as suas esperanças de retornar as atividades em um futuro bem próximo. Na noite de ontem, ocorreu a assinatura de um convênio do Governo do Estado com o Instituto de Apoio à Cultura, Esporte e Lazer – IACEL. Através de uma emenda parlamentar do deputado estadual Antonio dos Reis Gonçalves Lerin, o IACEL receberá 100 mil reais que serão utilizados na compra de materiais esportivos para as categorias de base.

O evento contou com a participação do presidente do Uberaba Sport, Luiz Humberto Alves Borges, do presidente do IACEL, Miguel Mesquita, do presidente do PSB,  Irizon Arantes, do presidente do Conselho Deliberativo do Colorado, Antônio Luiz Silva, do deputado estadual Lerin, do diretor da INDI, Maurício Cecílio, do vereador Itamar Ribeiro e do diretor de categorias de base do USC, Florípedes Feliciano. Também vale destacar a presença maciça dos conselheiros do único time do Triângulo Mineiro no Campeonato Mineiro 2012.

Essa é a primeira vez que um deputado consegue a liberação de um recurso para o Uberaba Sport em um período tão curto de tempo. Bastante cumprimentado pelo empenho e pelo sucesso que teve, 
Lerin falou da importância dessa verba para toda a cidade.  “O esporte, atualmente, é uma forma de unir as pessoas, de educar as nossas crianças, de proporcionar uma atividade de lazer. Poucos imaginam o quanto é complicado conseguir a liberação de um recurso como este, por isso, temos que comemorar, aproveitar essa verba e utilizá-la da melhor maneira possível. Torço pro Uberaba Sport, torço pro crescimento dessa cidade. Sei que com o empenho de todos os que estão aqui presentes, além dos demais políticos e cidadãos uberabenses, vamos conseguir melhorar muita coisa. Estamos no caminho certo. Jamais vou deixar de tentar ajudar esse clube e nossa cidade”, frisou o deputado.

Para o diretor das categorias de base do Zebu, Florípedes Feliciano, esse pode ser o início de uma nova fase para as categorias de base do clube. “A gente está lutando para voltar com as categorias de base e essa verba pode marcar o nosso recomeço. Com a compra dos materiais, já vamos começar a nos estruturar. O grande problema é que ainda estamos sem local de treinamento, mas tenho fé que aos poucos tudo vai se encaminhar. A torcida pode ficar tranquila que em um futuro próximo estaremos revelando novos talentos para o Uberaba e, principalmente, ajudando na criação de grandes seres humanos”. disse otimista.

O presidente do Colorado, Luiz Humberto, também não perdeu a oportunidade para agradecer ao deputado Lerin por tudo que ele vem fazendo pelo Colorado. “O Lerin já é uma pessoa que devemos cumprimentar por todo o empenho que tem com o clube. Não é de hoje que ele busca verbas, vai atrás de patrocínios com grandes empresas e realiza inúmeras outras atividades para nos ajudar. Por isso, ele merece os nossos sinceros agradecimentos por sempre visar o nosso bem”, agradeceu.

Antônio Carlos Roy aposta na categoria de base

O Madureira Esporte Clube aposta na categoria de base para conquistar bons resultados no Campeonato Brasileiro da Série D. Com um elenco jovem, o técnico Antonio Carlos Roy, de 40 anos, não faz mistérios quanto à escalação da equipe no jogo contra o USC, marcado para sábado, 25, às 16 horas, no estádio Engenheiro João Guido – Uberabão, no primeiro duelo das equipes pela terceira fase da competição.

Entre os jogadores considerados titulares, oito atuaram na categoria de base do Madureira. São eles: os zagueiros Pessanha, Vitor Silva e Douglas Assis; os laterais Zeca e Valdir; os meio-campistas Vinícius, Rodrigo e Alex. A média de idade do plantel é de 20 anos.

Disputando duas competições neste semestre – Copa Rio e Brasileirão Série D, Roy escala a equipe no esquema tático 3-5-2, com os seguintes jogadores: Márcio; Pessanha, Vitor Silva e Douglas Assis; Valdir, Vinícius, Rodrigo, Alex e Zeca; Marcel (Hiroshi) e Serginho.

“Venho escalando o time no 3-5-2. No entanto, estamos preparados para várias situações de jogo. O Vitor Silva é um volante que quando estamos com a bola passa a atuar no meio. Sem bola, ele se transforma em um zagueiro. A única dúvida é no ataque. Marcel e Hiroshi disputam a vaga”, revela Roy.

O atacante Marcel recupera-se de lesão no adutor da coxa. Caso não se recupere, o jogador Hiroshi, que também atua pelos lados do campo, fará dupla de ataque com Serginho.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, Roy foi bem claro quanto ao objetivo da equipe. “Estou estudando o Uberaba e sei das suas qualidades. É uma equipe que usa muito bem os alas, tem um meio-campo de pegada. Mas nossa equipe tem um objetivo: vencer o jogo para se classificar. E, por isso, vamos arriscar”, disse.

Com aproximadamente 25 integrantes, a delegação do Madureira segue para Uberaba nesta manhã. O objetivo é realizar um treino na cidade, amanhã, a partir das 15 horas.

Gullit Patielle