Democrata é freguês histórico do Colorado

Por Ruy Trida Junior

No próximo domingo, Uberaba e Democrata se enfrentam pela sétima rodada do Campeonato Mineiro de 2011. Em momentos muito parecidos, ambas as equipes buscam uma vitória para tentar fugir da ameaça de rebaixamento.

No ano passado, o Colorado foi goleado impiedosamente pelo rival. Os 5×0 aplicados pela Pantera repetiram o resultado do primeiro jogo entre as equipes na história do Campeonato Mineiro, no já longínquo ano de 1969.

Mas a vitória do time de Valadares foi uma exceção no confronto, que talvez seja um dos mais desequilibrados entre as equipes do interior mineiro, com imensa vantagem para o Uberaba. No total conseguimos apurar que, até hoje, foram 27 jogos, com nada menos que 13 vitórias para o Colorado, contra apenas 05 derrotas.

Tomara que o Colorado faça valer o retrospecto amplamente favorável e conquiste um resultado positivo. Uma derrota abrirá, definitivamente, as portas do temido rebaixamento.

Histórico do confronto:
27/04/1969 Democrata GV 5×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
08/06/1969 Democrata GV 2×2 Uberaba – Campeonato Mineiro
09/05/1979 Uberaba 6×1 Democrata GV – Campeonato Mineiro
30/06/1979 Democrata GV 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
19/10/1980 Uberaba 2×0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
13/11/1980 Uberaba 2×0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
18/06/1981 Democrata GV 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
27/09/1981 Uberaba 2×0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
22/08/1982 Uberaba 1×1 Democrata GV – Campeonato Mineiro
19/09/1982 Democrata GV 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
11/11/1982 Uberaba 2×1 Democrata GV – Campeonato Mineiro
28/11/1982 Democrata GV 1×4 Uberaba – Campeonato Mineiro
20/07/1983 Democrata GV 1×2 Uberaba – Campeonato Mineiro
11/09/1983 Uberaba 3×0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
05/08/1984 Democrata GV 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
10/11/1984 Uberaba 0x0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
30/04/1987 Democrata GV 0x1 Uberaba – Campeonato Mineiro
07/06/1987 Uberaba 0x0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
08/11/1992 Democrata GV 3×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
22/11/1992 Uberaba 0x1 Democrata GV – Campeonato Mineiro
08/06/2003 Uberaba 2×1 Democrata GV – Módulo II
07/07/2003 Democrata GV 1×2 Uberaba – Módulo II
25/07/2005 Democrata GV 0x0 Uberaba – Módulo II
31/07/2005 Uberaba 0x1 Democrata GV – Módulo II
06/04/2008 Uberaba 2×1 Democrata GV – Campeonato Mineiro
14/03/2009 Uberaba 1×0 Democrata GV – Campeonato Mineiro
14/03/2010 Democrata GV 5×0 Uberaba – Campeonato Mineiro

Resumo:
– 27 jogos
– 13 vitórias do Uberaba, 09 empates, 05 vitórias do Democrata.
– 36 gols a favor do Uberaba, 27 gols a favor do Democrata.

Para saber mais a respeito da história do Colorado acesse http://www.uberabasportclube.blogspot.com/

BASTA! CHEGA!

Agora é hora de união!

Há coisas que só acontecem com a Portuguesa. Sim, mas não somente. Quem convive, quem trabalha e torce pelo Uberaba Sport Club é capaz de afirmar que a Lusa tem um irmão no Estado de Minas Gerais.

Subir e descer de divisão são consequências do futebol. Dói quando se é rebaixado e nos acessos e conquistas, o torcedor esquece momentaneamente das derrotas.

Dívidas dentro de um time de futebol se tornaram lei. Os resultados indicam que a competência anda aliada aos débitos. Será que este é o parâmetro adequado e fazer loucuras é o certo?

Haja visto, leitor, que o maior clube brasileiro (atenção, maior é diferente de melhor), tem uma dívida superior a R$ 300 milhões. Já o atual campeão brasileiro, depende exclusivamente de seus patrocinadores. Se amanhã o Dr. Celso Barros acordar e esquecer que seu coração pertence ao tricolor carioca, o time das laranjeiras está fadado a retornar à terceira divisão.

Mas isso não acontece somente no Brasil. Os grandes poderosos da Europa também pertencem à cúpula. Os papa-títulos do continente desenvolvido não fogem dos nossos padrões administrativos para serem vencedores. Real Madrid e Barcelona, de Cristiano Ronaldo, Kaká, Messi, respectivamente, têm um débito coletivo de 600 milhões de euros.

Bom. Voltemos à nossa realidade. Se é difícil e amargo trabalhar com futebol em grandes centros, onde há milhões de torcedores envolvidos, imagine em equipes do interior de Minas Gerais. Para nós, seria uma missão quase indigesta disputar o Campeonato Mineiro, a Taça Minas Gerais, a quarta divisão do país e por duas vezes seguidas colocar o nome da cidade em evidência na Copa do Brasil.

A atual diretoria do USC, quando necessário, não é poupada de críticas pela Equipe Pé Quente. Mas, nos últimos dias, vem recebendo mais elogios do que críticas.

Diferente de administrações irresponsáveis do passado, esta trabalha com os pés no chão. Comete erros? Claro que sim. Mas com o intuito de acertar e buscar o melhor para o Colorado.

E olha que o cansaço de dirigentes pode estar mais próximo do fim. Basta raciocinarmos um pouco. Será que compensa expor a sua imagem todos os dias nos jornais impressos, nas rádios, TVs e na internet?

Pense bem: compensa trabalhar em uma equipe, onde o principal patrocinador do time está localizado em Belo Horizonte e o segundo investidor é de Araxá?

Caros leitores, definitivamente, algo está errado. Gerir o USC é para guerreiros em um campo de batalha, onde o oponente possui armamentos e números de soldados infinitamente superiores.

Os fatos negativos não pararam de surgir. O despejo de Boulanger Pucci chocou, a “vida de cigano” foi manchete em nível nacional e para não estender mais, por último, o clube foi convidado a se retirar do Adroaldo Speridião, ou seja, mais uma vez o USC está sem teto.

E todas as adversidades aconteceram em momentos bons dentro de campo. O time conseguiu se classificar para segunda fase do Mineiro, participou de duas decisões no Brasileiro, conquistou o bicampeonato da Taça Minas e de quebra duas participações na Copa do Brasil.

Quem aprecia, quem comanda, quem torce e até mesmo os próprios jogadores merecem muito mais que isso. Entretanto, não há mais possibilidade de lutar contra esta correnteza. Por isso leitores, a Equipe Pé Quente é obrigada a dizer: BASTA! CHEGA!

É preciso iniciar as obras do Centro de Treinamento o quanto antes. Dois deputados federais garantiram uma emenda particular de R$ 1 milhão cada. Com a contrapartida do município de 20%, acreditamos que dá sim para construir, dois campos, vestiários, departamento técnico e outros detalhes mais.

Não queremos mais continuar ouvindo do prefeito Anderson Adauto, que a ajuda da prefeitura depende exclusivamente do presidente do USC, Luiz Humberto Alves Borges. Também não queremos ouvir do cartola majoritário que têm algumas burocracias para serem resolvidas com a prefeitura. Se realmente existem estas emendas, chegou o momento. Não há outra oportunidade.

Com todo respeito a outros temas e pedidos, a situação do Uberaba Sport Club se tornou prioridade. É momento de união!

Tulio Micheli/Gullit Pacielle

Caldense é pedra no sapato do Colorado

Por Ruy Trida

Uberaba e Caldense, que jogam no dia 20/02 pela quarta rodada do Campeonato Mineiro, são dois dos mais tradicionais clubes do interior mineiro e protagonizam um confronto muito equilibrado. O que mais se viu em campo foram empates sem abertura de contagem. Em pelo menos treze oportunidades foi assim, o placar não saiu do zero. Por outro lado, apesar da pequena vantagem da Caldense no número de vitórias (17×15, considerando os jogos que conseguimos apurar até o momento), o Uberaba leva grande vantagem no número de gols marcados, afinal o Colorado goleou o time de Poços de Caldas várias vezes.

O primeiro jogo. A primeira partida de que se tem notícia entre Uberaba e Caldense ocorreu no longínquo ano de 1961. Naquela época, o Uberaba já era um tradicional participante da Primeira Divisão Mineira, enquanto a Caldense fazia sua fama em longas sequências invictas em amistosos pelo sul de Minas.

Segundo a crônica esportiva da época o Uberaba conquistou uma das mais fáceis vitórias de todos os tempos, batendo o time de Poços de Caldas por 6×0.

Ficha Técnica:
Uberaba 6×0 Caldense
Data: 02/11/1961
Motivo: Amistoso
Local: Estádio Boulanger Pucci.
Renda: Cr$ 71.600,00
Árbitro: José Bernardino
Uberaba: Armando (Lourivaldo), Canindé, Ilton e Quincas (Alaerte); Lacerda (Sudaco) e Neca (Joe); Waltinho, João José (Zé Roberto), Luizinho (Paulo Perez), Tati e Carlos Alberto (Zé Carlos).
Caldense: Belo, Espião, Cuca e Zoé; Fubá e Miguel; Bolacha (Paulinho), Vair (Vacarelli), Lori (Márcio), Adolfo e Laércio.
Gols: João José (8’do 1o T), Luizinho (12’do 1o T), Zé Roberto (15’, 20’ e 45’ do 2o T),  Paulo Perez (38’do 2o T).

Resultados:

1.    02/11/1961 Uberaba 6×0 Caldense – Amistoso
2.    11/03/1970 Uberaba 3×0 Caldense – Classificatório Campeonato Mineiro
3.    26/04/1970 Caldense 1×0 Uberaba – Classificatório Campeonato Mineiro
4.    16/08/1972 Uberaba 1×0 Caldense – Amistoso
5.    25/02/1973 Caldense 0x0 Uberaba – Taça Minas Gerais
6.    25/03/1973 Caldense 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
7.    29/04/1973 Uberaba 0x1 Caldense – Campeonato Mineiro
8.    30/06/1974 Caldense 2×1 Uberaba – Copa Sul Triângulo
9.    24/07/1974 Uberaba 0x0 Caldense – Copa Sul Triângulo
10.    06/10/1974 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
11.    30/10/1974 Uberaba 1×0 Caldense – Campeonato Mineiro
12.    15/12/1974 Caldense 2×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
13.    25/05/1975 Caldense 3×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
14.    21/06/1975 Uberaba 0x1 Caldense – Campeonato Mineiro
15.    11/04/1976 Uberaba 1×0 Caldense – Taça Minas Gerais
16.    12/05/1976 Caldense 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
17.    17/06/1976 Uberaba 1×1 Caldense – Campeonato Mineiro
18.    29/05/1977 Caldense 2×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
19.    02/07/1977 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
20.    03/09/1978 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
21.    17/12/1978 Caldense 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
22.    11/04/1979 Caldense 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
23.    13/06/1979 Uberaba 5×0 Caldense – Campeonato Mineiro
24.    19/07/1981 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
25.    11/10/1981 Caldense 0x1 Uberaba – Campeonato Mineiro
26.    25/10/1981 Caldense 0x1 Uberaba – Campeonato Mineiro
27.    15/11/1981 Uberaba 2×0 Caldense – Campeonato Mineiro
28.    29/08/1982 Caldense 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
29.    03/10/1982 Uberaba 0x2 Caldense – Campeonato Mineiro
30.    30/07/1983 Uberaba 3×0 Caldense – Campeonato Mineiro
31.    25/08/1983 Caldense 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
32.    29/07/1984 Uberaba 1×0 Caldense – Campeonato Mineiro
33.    18/11/1984 Caldense 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
34.    13/02/1986 Caldense 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
35.    xx/yy/1986 Uberaba 2×2 Caldense – Campeonato Mineiro
36.    02/10/1986 Uberaba 4×0 Caldense – Torneio Seletivo
37.    29/10/1986 Caldense 1×0 Uberaba – Torneio Seletivo
38.    16/11/1986 Caldense 0x0 Uberaba – Torneio Seletivo
39.    03/12/1986 Uberaba 4×1 Caldense – Torneio Seletivo
40.    15/03/1987 Caldense 1×2 Uberaba – Campeonato Mineiro
41.    18/06/1987 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
42.    27/03/1988 Caldense 0x2 Uberaba – Campeonato Mineiro
43.    11/06/1988 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
44.    22/03/1989 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro
45.    29/03/1990 Uberaba 0x2 Caldense – Campeonato Mineiro
46.    16/05/1990 Caldense 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
47.    11/08/1991 Caldense 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
48.    22/09/1991 Uberaba 0x1 Caldense – Campeonato Mineiro
49.    14/08/1993 Caldense 1×1 Uberaba – Taça Minas Gerais
50.    27/10/1993 Uberaba 1×1 Caldense – Taça Minas Gerais
51.    14/03/2004 Caldense 2×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
52.    03/09/2006 Uberaba 1×1 Caldense – Taça Minas Gerais
53.    05/11/2006 Caldense 1×1 Uberaba – Taça Minas Gerais
54.    31/01/2010 Uberaba 0x0 Caldense – Campeonato Mineiro

Resumo:
– 17 vitórias da Caldense, 15 vitórias do Uberaba, 22 empates.
– 37 gols a favor da Caldense e 51 gols a favor do Uberaba.

Para saber mais sobre a história do Colorado acesse http://www.uberabasportclube.blogspot.com

Uberaba x Guarani: Confronto é equilibrado, mas a vantagem é do Colorado.

Por Ruy Trida Junior

Uberaba e Guarani se enfrentarão pela 39ª vez* em campeonatos mineiros, considerando todas as divisões. Apesar do equilíbrio histórico a vantagem é do Colorado, que venceu doze partidas, contra dez do Bugre de Divinópolis.

E a primeira partida entre as equipes, válida pelo Campeonato Mineiro de 1960 e que tinha o Uberaba como grande favorito, provocou um enorme racha no Colorado. Ao perder por 3×0, o Uberaba dispensou algumas de suas maiores estrelas, como Paulinho, Marambaia e Machadinho, acusados de complô contra o técnico Tiago de Melo. Essa confusão terminou com a prisão dos dois primeiros, que revoltados com a dispensa tentaram agredir o treinador.

Mas em março de 1962, com uma vitória por 3×1 em Boulanger Pucci, o Colorado interrompeu uma trajetória vitoriosa do Guarani no Campeonato Mineiro de 1961, torneio em que o time de Divinópolis foi a sensação do interior. Já em 1982 foi o Guarani, que então com a pior campanha do Octogonal Final, tirou do Uberaba a possibilidade de disputar o vice-Campeonato Mineiro, que valeria uma cobiçada vaga na Taça de Ouro.

Em 2004, os clubes disputaram no tapetão a permanência no Módulo I. O Uberaba ficou na 11ª colocação do Campeonato Mineiro e recorreu contra o time de Divinópolis por supostas irregularidades na escalação do jogador Sérgio Bigode. O Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Mineira de Futebol preferiu não comprometer a classificação do campeonato e o Colorado desceu, no ano em que a Federação, com quatro clubes rebaixados, reduzia de quatorze para doze o número de participantes, situação que permanece até os dias de hoje.

Se serve de consolo para a torcida colorada, a julgar pelo histórico de surpresas no confronto entre as duas equipes, o Uberaba tem a chance de sair da incômoda posição que ocupa atualmente e desalojar da liderança o time de Divinópolis.

Veja abaixo a relação de jogos que conseguimos apurar:

  1. 14/08/1960 Guarani 3×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  2. 06/11/1960 Uberaba 4×0 Guarani – Campeonato Mineiro
  3. 12/11/1961 Guarani 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  4. 25/03/1962 Uberaba 3×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  5. 09/09/1962 Guarani 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  6. 16/12/1962 Uberaba 3×2 Guarani – Campeonato Mineiro
  7. 22/07/1963 Guarani 3×2 Uberaba – Campeonato Mineiro
  8. 15/09/1963 Uberaba 3×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  9. 17/10/1965 Guarani 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
  10. 14/11/1965 Uberaba 1×0 Guarani – Campeonato Mineiro
  11. 22/05/1977 Guarani 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  12. 07/08/1977 Uberaba 1×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  13. 15/10/1978 Uberaba 0x0 Guarani – Campeonato Mineiro
  14. 05/11/1978 Guarani 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  15. 13/05/1979 Uberaba 0x1 Guarani – Campeonato Mineiro
  16. 06/06/1979 Guarani 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  17. 19/08/1979 Uberaba 4×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  18. 06/09/1979 Uberaba 1×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  19. 18/09/1980 Uberaba 2×2 Guarani – Campeonato Mineiro
  20. 01/11/1980 Uberaba 2×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  21. 30/11/1980 Uberaba 3×0 Guarani – Campeonato Mineiro
  22. 14/06/1981 Uberaba 2×1 Guarani – Campeonato Mineiro
  23. 20/09/1981 Guarani 0x0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  24. 18/07/1982 Uberaba 4×0 Guarani – Campeonato Mineiro (Taça Minas Gerais)
  25. 10/10/1982 Guarani 2×1 Uberaba – Campeonato Mineiro (Taça Minas Gerais)
  26. 31/10/1982 Uberaba 4×0 Guarani – Campeonato Mineiro
  27. 01/12/1982 Guarani 1×0 Uberaba – Campeonato Mineiro
  28. 27/07/1983 Guarani 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
  29. 14/08/1983 Uberaba 2×2 Guarani – Campeonato Mineiro
  30. 22/07/1984 Uberaba 0x3 Guarani – Campeonato Mineiro
  31. 04/11/1984 Guarani 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
  32. 11/06/2001 Uberaba 1×1 Guarani – Módulo II
  33. 09/07/2001 Guarani 2×2 Uberaba – Módulo II
  34. 03/07/2002 Guarani 2×2 Uberaba – Módulo II
  35. 04/08/2002 Uberaba 0x3 Guarani – Módulo II
  36. 21/03/2004 Guarani 1×1 Uberaba – Campeonato Mineiro
  37. 09/03/2008 Uberaba 3×3 Guarani – Campeonato Mineiro
  38. 01/02/2009 Guarani 0x1 Uberaba – Campeonato Mineiro

Resumo a favor do Uberaba: (12 vitórias, 10 derrotas e 16 empates, 55 gols pró e 44 gols contra).*

* Nessa estatística faltam, provavelmente, os jogos disputados pelo Campeonato Mineiro de 1964.

Para saber mais sobre a história do Colorado acesse http://www.uberabasportclube.blogspot.com

Dura missão!


De novo?
A diretoria do Uberaba Sport Club ficou assustada com a informação veiculada na imprensa sobre a redução de 50% do público do estádio Engenheiro João Guido (Uberabão). Não é para menos! O Uberaba receberá o Cruzeiro na 11ª rodada do Campeonato Mineiro e, se passar pelo Santa Helena, na Copa do Brasil, pode enfrentar o Palmeiras na segunda fase.

Resolvido. A ladainha envolvendo os estádios mineiros é antiga. O diretor de autarquia do Uberabão, Marcelo Rossetti, informou que as medidas, para reverterem a decisão do Ministério Público, já foram tomadas. “Não existe o problema. Houve um conflito na interpretação dos laudos dos projetos de combate a incêndio e acessibilidade. Já corrigimos e, hoje mesmo, encaminho por e-mail os dados corretos”, explicou Rossetti. As guias para recolhimento das taxas do CREA também foram emitidas e ao presidente da instituição, Teodomiro Matos Bicalho, foi encaminhado o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) que do Uberabão tem validade até 2013.

Dura missão. E pela terceira rodada do Mineiro, a batalha para Marcos Birigui e Cia não será fácil. O time vem de uma derrota, em casa, e enfrentará o líder da competição, que em dois jogos não tomou gols e marcou sete. Detalhe é que o Bugre goleou o Ipatinga em casa e, no Mamudão, venceu o Democrata por 2 a 0.

Dura missão II. E o torcedor, que não abandona o Colorado, começa a peregrinação. Joãozinho está organizando uma excursão para Divinópolis. Os interessados podem ligar 9173-6483.

Zebuzão Mania. Tem todo o meu apoio Josué Vicente e Cleomar Silva que estão tentando tirar do papel um projeto plausível para o Zebuzão, mascote do colorado. O Zebuzão em Ação, um memorável acontecimento do ano passado, pode acontecer com frequência, entre outros eventos que aparecerem. Uma forma de divulgar o Uberaba Sport Club e despertar o interesse das instituições para o mascote se consolidar como parte da história do clube. Participe da comunidade Zebuzão Mania.

Janaína Sudário – Triângulo Sport

América de Teófilo Otoni já foi derrotado duas vezes no Uberabão.

Por Ruy Trida Junior

Fundado em 12/05/1936, o América Futebol Clube, de Teófilo Otoni, disputa o Campeonato Mineiro do Módulo I pela segunda vez em sua história. O acesso foi conquistado como o terceiro lugar obtido no Módulo II de 2009, graças à paralisação das atividades do Rio Branco de Andradas.

O “Dragão do Corcovado” tem uma história, no mínimo, curiosa. Reunido debaixo de uma gameleira, onde atualmente está situado o ginásio da praça de esportes, um grupo de amigos apaixonados por futebol, decidiu criar um clube para a prática de esportes, principalmente o futebol.

Liderados por Bem-Vindo Viana, resolveram o problema da escolha do nome de uma maneira inusitada: Escreveram em brogodós os nomes dos clubes do Rio de Janeiro e colocaram dentro de uma cumbuca. Foi convidada uma criança de 14 anos, de nome Antônio Juvenal, para tirar o brogodó, e lá estava o nome do América.

Mas a trajetória do clube em campeonatos organizados pela FMF começou bem mais tarde. Após ganhar vários títulos amadores na região, em 1977 o clube resolveu disputar a Primeira Divisão de Profissionais, então a segundona mineira.  E nesse torneio teve a companhia do Nacional de Uberaba e outros tradicionais clubes de nosso futebol, como o Democrata de Governador Valadares.

A campanha foi bastante irregular, mas como o campeonato foi muito equilibrado, o América terminou a competição em um honroso terceiro lugar, empatado com o próprio Nacional, Democrata e  Araguari, todos com 20 pontos ganhos, apenas 2 atrás de Araxá e Fluminense, que tiveram que disputar o desempate, ganho pela equipe araxaense. Completaram o torneio o Atlético de Três Corações, Ituiutabana, Caju e Fama.

Assim o primeiro jogo do América no Uberabão não foi aquele disputado contra o Uberaba no Campeonato Mineiro de 2010 (vitória colorada por 3×2). Em 14/08/1977 a equipe de Teófilo Otoni, caçulinha mineira, foi derrotada pelo Nacional por 3×1. Em Teófilo Otoni, no entanto, o América conquistou sua primeira vitória contra equipes uberabenses derrotando o Nacional por 1×0, gol do atacante Rubinho, no final da partida.

Desde então alternou participações modestas nas divisões inferiores do futebol mineiro com momentos de inatividade profissional, até se firmar nos últimos anos e conquistar o sonhado acesso à elite do futebol mineiro. Agora, em sua segunda participação consecutiva, o América vem motivado e com grande apoio da torcida e do empresariado da cidade para manter Teófilo Otoni no palco principal do futebol mineiro.  Abre  o olho Colorado!!!

Para saber mais sobre a história do Colorado acesse http://www.uberabasportclube.blogspot.com

Confira também: Uberaba x América-MG: Jogão em 1982 valeu vaga na Taça de Prata para o Colorado.